351

Imóveis para alugar na Penha em São Paulo, SP

Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 72
  • 2 quartos
  • 2 vagas
PENHA / Vila Ré - (imagineimoveis) - Cód. SO1237 - Sobrado em Condomínio Fechado com 2 Dorms sendo 2 Suítes, 2 Vagas, Sacada, 72m², Excelente localização.
R$ 2.335 - Condomínio: R$ 150
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 50
  • 1 quarto
Casa de 1 dormitório sem vaga, água e luz independente, Vila Araguaia - Cangaiba, facil acesso ao transporte publico, próximo Tiquatira. Agende sua visita: (11) 2958-3700 ou pelo site: www.pedrodelima.com.br Todas as informações e valores exibidos neste portal são fornecidos pelos proprietários dos imóveis podendo sofrer alterações sem aviso prévio. Consulte nossos consultores.
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 30
  • 1 quarto
Ótima Sala de 30M2 - Cangaíba - São Paulo, muito bem localizado, próximo aos bancos, comércios e escolas da região, condução na porta para penha, estações do metrô e centro da cidade. História do Bairro Cangaíba: O desenvolvimento do bairro Cangaíba está interligado à chegada dos primeiros colonizadores no Brasil e à fundação da cidade de São Paulo de Piratininga, em 1554, por padres jesuítas que ergueram pequenos aldeamentos às margens dos rios Tamanduateí e do Anhembi (Tietê), onde viviam algumas tribos indígenas.[2] O encontro entre os colonizadores portugueses e os índios paulistas, nem sempre foram amistosos, mas o Cacique Tibiriçá da tribo Inhampuambuçu se une aos jesuítas, tornando-se cristão. Seu irmão, o Cacique Piquerobi, descontente desta aliança que ameaçava o seu povo, migrou com sua tribo para para as margens mais a leste do Anhembi, erguendo o aldeamento Ururaí.[3] Piquerobi se une a outras tribos para expulsar os portugueses das terras de São Paulo, no primeiro grande conflito entre índios e portugueses, a Guerra de Piratininga, onde é assassinado por seu irmão Tibiriçá, em 1562. As terras de Ururaí iam desde o antigo Vale do Ticoatira até São Miguel de Ururaí (São Miguel Paulista)[4], abrangendo as terras do cerro do Cangaíba, margeadas pelos rios Anhembi e Ticoatira, à época, o território pertencia à Nossa Senhora da Penha de França. Os índios estavam sob a proteção dos jesuítas que buscavam catequizá-los, mas a chegada dos bandeirantes, no planalto paulista, em busca de ouro[5], fez com que passassem a aprisionar os índios, ao mesmo tempo em que se apossavam de suas terras. A plantação nativa foi se transformando sob o comando dos portugueses, dando lugar às sesmarias, extensas porções de terras doadas pelo Rei de Portugal para a exploração, assim, surgiram os primeiros sítios e pastos da região e as primeiras cabeças de gado foram trazidas por Tomé de Souza, surgindo o maior rebanho que a América possuiria naquele tempo.[6] Em fins do século XIX, o país sofreu profundas transformações com a libertação dos escravos, a Proclamação da República e a chegada de novos imigrantes de diferentes etnias. A cidade de São Paulo, em paralelo a esses acontecimentos, prosperava com o início da industrialização, nas regiões leste do Brás e da Moóca, é neste contexto que surgirão os primeiros loteamentos urbanos das regiões periféricas da cidade, surgindo dezenas de vilas em um curto espaço de tempo, ao redor do núcleo primitivo da Penha de França, é neste contexto que se desenvolverá o bairro Cangaíba e suas dezenas de vilas, nos moldes urbanos da cidade, a partir da venda dos lotes das antigas fazendas e chácaras.[7] Fundação A teoria aponta que a data mais antiga localizada informando as antigas paragens do Cangaíba, se deu em torno da Carta de Sesmaria doada pelo Rei de Portugal, D. Fernando, ao Aldeamento Ururaí, que tinha 6.0...
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 294
  • 3 quartos
  • 3 vagas
Oportunidade!! Ampla casa com 294m² de área útil, terreno de 10 x 56m, com 3 dormitórios, 3 banheiros, salão comercial, edícula, amplo jardim, 3 vagas de garagem, aquecimento a gás, telhado novo. Excelente localização, próximo do Metrô Guilhermina-Esperança, fácil acesso a Av. Amador Bueno da Veiga e Radial Leste. Ligue agora e agende sua visita!
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 62
  • 2 quartos
  • 1 vaga
Ótima oportunidade no Bairro da Penha. Prédio muito bem localizado, travessa da Av. Amador Bueno da Veiga e da Gov. Carvalho Pinto (Tiquatira). Apartamento com 02 dormitórios, sala ampla para 02 ambientes, cozinha, 01 banheiro e 01 vaga de garagem fixa e coberta. O Condomínio conta com salão de festas e Playgroud. O valor do aluguel já inclui o valor do condomínio. Não perca a oportunida e agende uma visita!!
R$ 1.000 - Condomínio: R$ 350
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 35
  • 1 quarto
Ótima Sala de 35M2 - Cangaíba - São Paulo, muito bem localizado, próximo aos bancos, comércios e escolas da região, condução na porta para penha, estações do metrô e centro da cidade. História do Bairro Cangaíba: O desenvolvimento do bairro Cangaíba está interligado à chegada dos primeiros colonizadores no Brasil e à fundação da cidade de São Paulo de Piratininga, em 1554, por padres jesuítas que ergueram pequenos aldeamentos às margens dos rios Tamanduateí e do Anhembi (Tietê), onde viviam algumas tribos indígenas.[2] O encontro entre os colonizadores portugueses e os índios paulistas, nem sempre foram amistosos, mas o Cacique Tibiriçá da tribo Inhampuambuçu se une aos jesuítas, tornando-se cristão. Seu irmão, o Cacique Piquerobi, descontente desta aliança que ameaçava o seu povo, migrou com sua tribo para para as margens mais a leste do Anhembi, erguendo o aldeamento Ururaí.[3] Piquerobi se une a outras tribos para expulsar os portugueses das terras de São Paulo, no primeiro grande conflito entre índios e portugueses, a Guerra de Piratininga, onde é assassinado por seu irmão Tibiriçá, em 1562. As terras de Ururaí iam desde o antigo Vale do Ticoatira até São Miguel de Ururaí (São Miguel Paulista)[4], abrangendo as terras do cerro do Cangaíba, margeadas pelos rios Anhembi e Ticoatira, à época, o território pertencia à Nossa Senhora da Penha de França. Os índios estavam sob a proteção dos jesuítas que buscavam catequizá-los, mas a chegada dos bandeirantes, no planalto paulista, em busca de ouro[5], fez com que passassem a aprisionar os índios, ao mesmo tempo em que se apossavam de suas terras. A plantação nativa foi se transformando sob o comando dos portugueses, dando lugar às sesmarias, extensas porções de terras doadas pelo Rei de Portugal para a exploração, assim, surgiram os primeiros sítios e pastos da região e as primeiras cabeças de gado foram trazidas por Tomé de Souza, surgindo o maior rebanho que a América possuiria naquele tempo.[6] Em fins do século XIX, o país sofreu profundas transformações com a libertação dos escravos, a Proclamação da República e a chegada de novos imigrantes de diferentes etnias. A cidade de São Paulo, em paralelo a esses acontecimentos, prosperava com o início da industrialização, nas regiões leste do Brás e da Moóca, é neste contexto que surgirão os primeiros loteamentos urbanos das regiões periféricas da cidade, surgindo dezenas de vilas em um curto espaço de tempo, ao redor do núcleo primitivo da Penha de França, é neste contexto que se desenvolverá o bairro Cangaíba e suas dezenas de vilas, nos moldes urbanos da cidade, a partir da venda dos lotes das antigas fazendas e chácaras.[7] Fundação A teoria aponta que a data mais antiga localizada informando as antigas paragens do Cangaíba, se deu em torno da Carta de Sesmaria doada pelo Rei de Portugal, D. Fernando, ao Aldeamento Ururaí, que tinha 6.0...
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 25
  • 1 quarto
Ótima Sala de 25M2 - Cangaíba - São Paulo, muito bem localizado, próximo aos bancos, comércios e escolas da região, condução na porta para penha, estações do metrô e centro da cidade. História do Bairro Cangaíba: O desenvolvimento do bairro Cangaíba está interligado à chegada dos primeiros colonizadores no Brasil e à fundação da cidade de São Paulo de Piratininga, em 1554, por padres jesuítas que ergueram pequenos aldeamentos às margens dos rios Tamanduateí e do Anhembi (Tietê), onde viviam algumas tribos indígenas.[2] O encontro entre os colonizadores portugueses e os índios paulistas, nem sempre foram amistosos, mas o Cacique Tibiriçá da tribo Inhampuambuçu se une aos jesuítas, tornando-se cristão. Seu irmão, o Cacique Piquerobi, descontente desta aliança que ameaçava o seu povo, migrou com sua tribo para para as margens mais a leste do Anhembi, erguendo o aldeamento Ururaí.[3] Piquerobi se une a outras tribos para expulsar os portugueses das terras de São Paulo, no primeiro grande conflito entre índios e portugueses, a Guerra de Piratininga, onde é assassinado por seu irmão Tibiriçá, em 1562. As terras de Ururaí iam desde o antigo Vale do Ticoatira até São Miguel de Ururaí (São Miguel Paulista)[4], abrangendo as terras do cerro do Cangaíba, margeadas pelos rios Anhembi e Ticoatira, à época, o território pertencia à Nossa Senhora da Penha de França. Os índios estavam sob a proteção dos jesuítas que buscavam catequizá-los, mas a chegada dos bandeirantes, no planalto paulista, em busca de ouro[5], fez com que passassem a aprisionar os índios, ao mesmo tempo em que se apossavam de suas terras. A plantação nativa foi se transformando sob o comando dos portugueses, dando lugar às sesmarias, extensas porções de terras doadas pelo Rei de Portugal para a exploração, assim, surgiram os primeiros sítios e pastos da região e as primeiras cabeças de gado foram trazidas por Tomé de Souza, surgindo o maior rebanho que a América possuiria naquele tempo.[6] Em fins do século XIX, o país sofreu profundas transformações com a libertação dos escravos, a Proclamação da República e a chegada de novos imigrantes de diferentes etnias. A cidade de São Paulo, em paralelo a esses acontecimentos, prosperava com o início da industrialização, nas regiões leste do Brás e da Moóca, é neste contexto que surgirão os primeiros loteamentos urbanos das regiões periféricas da cidade, surgindo dezenas de vilas em um curto espaço de tempo, ao redor do núcleo primitivo da Penha de França, é neste contexto que se desenvolverá o bairro Cangaíba e suas dezenas de vilas, nos moldes urbanos da cidade, a partir da venda dos lotes das antigas fazendas e chácaras.[7] Fundação A teoria aponta que a data mais antiga localizada informando as antigas paragens do Cangaíba, se deu em torno da Carta de Sesmaria doada pelo Rei de Portugal, D. Fernando, ao Aldeamento Ururaí, que tinha 6.0...
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 50
  • 2 quartos
  • 1 vaga
PENHA / Vila Rui Barbosa - (imagineimoveis) - Cód. AP15443 - Apto com 2 Dorms, 1 Vaga, 50m², Ótima localização.
R$ 1.500 - Condomínio: R$ 350
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 1900
Galpão para locação travessa Av. São Miguel com 6 salas para escritório, 10 banheiros, cozinha, copa, vestiário, refeitório, depósito, energia trifásica. REF. AF27356 * As informações e valores dos imóveis anunciados foram fornecidos pelos proprietários, e, poderão sofrer alteração sem prévio aviso. ** A Special Imóveis está localizada na Capital de São Paulo, nos bairros Tatuapé e Anália Franco. Há mais de 30 anos ajuda pessoas a encontrar o imóvel ideal, para Compra, Venda ou Locação.
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 90
  • 2 quartos
  • 0 vaga
Amplo Conjunto Comercial de 90m² na Penha de França com 2 salas e 2 banheiros. Excelente localização, a apenas 400 metros do Shopping Penha com mercados, farmácias, restaurantes, bancos e comércios em geral nas proximidades, fácil acesso à Av. Amador Bueno da Veiga, Radial Leste, Av. Aricanduva e Marginal Tietê. Agende já sua visita. Pacote de locação: R$ 2.500,00 (Aluguel + Condomínio e IPTU) Garantia de locação: Título de Capitalização e Seguro Fiança A Piton Imóveis é uma empresa familiar que atende na Penha e região, propiciando o sonho do imóvel Ideal para milhares de clientes, com honestidade e transparência! Trabalhamos com todos os tipos de imóveis e oferecemos um atendimento com profissionais qualificados e credenciado pelo CRECI. Além de Venda e Locação, temos um departamento jurídico e um departamento especializado em financiamento imobiliário. Tudo para lhe dar toda a assessoria e segurança na intermediação do seu imóvel. Aguardamos o seu contato!
R$ 2.280 - Condomínio: R$ 100
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 72
  • 2 quartos
  • 2 vagas
lindo sobrado em condomínio fechado .cozinha com móveis planejados e quartos planejados, casa está impecável para quem tem bom gosto e perfeição.
R$ 2.100 - Condomínio: R$ 150
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 46
Sala comercial com 46 m², 1 banheiro, piso frio, água inclusa no condomínio, boa localização , próximo de comércio em geral e várias linhas de ônibus, São Paulo. REF. TA1969 * As informações e valores dos imóveis anunciados foram fornecidos pelos proprietários, e, poderão sofrer alteração sem prévio aviso. ** A Special Imóveis está localizada na Capital de São Paulo, nos bairros Tatuapé e Anália Franco. Há mais de 30 anos ajuda pessoas a encontrar o imóvel ideal, para Compra, Venda ou Locação.
R$ 1.200 - Condomínio: R$ 100
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 50
  • 2 quartos
Ótima casa térrea nos fundos, independente, Cangaíba, São Paulo - SP, 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, lavanderia, sem vaga de garagem, 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro e lavanderia, História do Bairro Cangaíba: Cangaíba é um distrito está situado na zona leste do município brasileiro de São Paulo, com 151.538 habitantes, segundo o Censo de 2010, é habitado, em geral, por pessoas de classes média e baixa. Ao norte, faz divisa com o município de Guarulhos, através do Parque Ecológico do Tietê região muito movimentada devido ao turismo ocasionado pelo parque e por abranger parte da rodovia Ayrton Senna, principal ligação da capital paulista com o Vale do Paraíba. Ao leste e ao sul, faz divisa com o distrito da Penha e também ao sul com a Ponte Rasa, mais a leste faz divisa com Ermelino Matarazzo, encerrando seu trajeto. Bairros do Cangaíba: Jardim Jaú (Parte); Vila Londrina; Vila Mesquita; Vila Santo Henrique; Jardim Otília; Vila Paz; Jardim Gôndolo; Vila Dom Duarte Leopoldo; Jardim de Lorenzo; Chácara Cruz do Sul; Vila Pierina; Vila Vidal; Vila Rui Barbosa; Vila Araguaia; Vila Penteado; Chácara Santo Antônio; Jardim Arizona; Jardim Cangaíba; Jardim Piratininga; Vila Fernando; Vila Rufino; Jardim Paulistânia; Vila Hilda; Vila Antenor; Vila Rica; Jardim São Francisco; Vila Arruda; Vila Sartori; Jardim Janiópolis; Engenheiro Goulart; Vila Brasil; Vila Buenos Aires; Jardim do Castelo; Vila Franci; Vila Belo Horizonte; Vila Libanesa; Parque Líbano; Vila Sílvia; Jardim Danfer; Vila Amália; Jardim Gonzaga; Vila São Jorge; Jardim Penha; Jardim Aidar; Vila Guaraciaba (Parte). O desenvolvimento do bairro Cangaíba está interligado à chegada dos primeiros colonizadores no Brasil e à fundação da cidade de São Paulo de Piratininga, em 1554, por padres jesuítas que ergueram pequenos aldeamentos às margens dos rios Tamanduateí e do Anhembi (Tietê), onde viviam algumas tribos indígenas.[2] O encontro entre os colonizadores portugueses e os índios paulistas, nem sempre foram amistosos, mas o Cacique Tibiriçá da tribo Inhampuambuçu se une aos jesuítas, tornando-se cristão. Seu irmão, o Cacique Piquerobi, descontente desta aliança que ameaçava o seu povo, migrou com sua tribo para para as margens mais a leste do Anhembi, erguendo o aldeamento Ururaí.[3] Piquerobi se une a outras tribos para expulsar os portugueses das terras de São Paulo, no primeiro grande conflito entre índios e portugueses, a Guerra de Piratininga, onde é assassinado por seu irmão Tibiriçá, em 1562. As terras de Ururaí iam desde o antigo Vale do Ticoatira até São Miguel de Ururaí (São Miguel Paulista)[4], abrangendo as terras do cerro do Cangaíba, margeadas pelos rios Anhembi e Ticoatira, à época, o território pertencia à Nossa Senhora da Penha de França. Os índios estavam sob a proteção dos jesuítas que buscavam catequizá-los, mas a chegada dos bandeirantes, no planalto paulista, em busca de ouro[5], fez...
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 2800
  • 3 quartos
Imóvem conservado. Galpão com 2.000 metros,área externa com 800 metros,cozinha muito grande,salas para escritório ,pé direito com 6mts. Fácil acesso para a Marginal Tiete. Bem próximo ao Tatuapé. Penha é um distrito na Zona Leste de São Paulo, conhecido pelos vários templos de diversas religiões, sobretudo católicos. A arquitetura da região chama a atenção de quem passa pelos bairros próximos à porção central do distrito: é possível ver de construções típicas do século XIX a construções modernas. A constante procura por residências na região[1] fez com que ela se tornasse cada vez mais valorizada e, junto aos bairros do Tatuapé, Jardim Anália Franco, Vila Carrão, Mooca e Vila Prudente (distrito de São Paulo), compõe um conjunto de bairros da Zona Leste com IDH elevado e uma razoável infraestrutura. História Vista do bairro Vila Esperança. A Penha é um dos distritos mais antigos do município de São Paulo. A primeira referência oficial a localidade é uma petição em que o licenciado Mateus Nunes de Siqueira obteve uma sesmaria do capitão-mor Agostinho de Figueiredo, a 5 de setembro de 1668. No ano de 1682, o o padre Jacinto Nunes, filho ou irmão do licenciado, aparece como proprietário e protetor da Nossa Senhora da Penha de França. Seu testamento diz que a dotou com bens e raizes, conforme consta em seu testamento aberto de fevereiro de 1684. Vista bairro Penha de França. A origem da localidade está ligada intrinsecamente à religiosidade, pois seu nascimento se confunde com uma lenda que faz parte da história da fundação do local. Conta-se que um francês, católico devoto, seguia viagem de São Paulo ao Rio de Janeiro carregando consigo uma imagem de Nossa Senhora. Durante a caminhada ele pernoitou no alto de uma colina ainda sem nome (penha significa penhasco, rocha, rochedo), e no dia seguinte retomou seu trajeto até dar por falta da imagem. Assustado, tratou de retornar pelo mesmo caminho e encontrou a estátua no alto da colina. No dia seguinte a estátua sumiu novamente durante o sono do viajante, que entristecido, retornou e encontrou novamente a estátua no alto da colina, o que foi interpretado pelo francês como vontade da santa, que havia escolhido o local para se estabelecer[2]. A Igreja de Nossa Senhora da Penha foi finalizada em 1667; foi em torno dela que cresceu o povoamento do distrito. Um século depois, em 26 de março de 1796, a região foi promovida a Paróquia de Nossa Senhora da Penha de França; junto com a Paróquia de Nossa Senhora do Ó, foram as duas primeiras paróquias desmembradas da Sé. Mais tarde, a paróquia tornou-se freguesia.
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 150
  • 3 quartos
  • 2 vagas
Excelente Sobrado Frontal. Com 3 dormitórios sendo os 3 suítes, sala 2 ambientes, lavabo, Cozinha, Área de serviço, Sacada, Quintal com churrasqueira, 2 Vagas de garagem. Ótima localização próximo a Rua José Flavio e a Estação Vila Matilde do Metrô. Locação somente com seguro-fiança. Não perca esta oportunidade , entre em contato e agende uma visita.
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 70
  • 2 quartos
  • 0 vaga
lindo sobrado próximo a estação vila Ré. 70 MT sendo 2 dorm, e uma vaga.
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 500
  • 3 quartos
Imóvel comercial, em cima da Caixa Econômica Federal na Rua Itunguçu, com 2 Salas, 3 Dormitórios Amplos, ao lado do Bradesco e vários comércios, venha conhecer. Possui 3 Dormitórios sendo um deles suite, 2 Salas, Cozinha, Copa, Lavanderia e Quarto de Empregada. Agende sua visita: (11) 2958-3700 ou pelo site: www.pedrodelima.com.br Todas as informações e valores exibidos neste portal são fornecidos pelos proprietários dos imóveis podendo sofrer alterações sem aviso prévio. Consulte nossos consultores.
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 62
  • 2 quartos
  • 1 vaga
Ótima oportunidade no Bairro da Penha. Prédio muito bem localizado, travessa da Av. Amador Bueno da Veiga e da Gov. Carvalho Pinto (Tiquatira). Apartamento com 02 dormitórios, sala ampla para 02 ambientes, cozinha, 01 banheiro e 01 vaga de garagem fixa e coberta. O Condomínio conta com salão de festas e Playgroud. O valor do aluguel já inclui o valor do condomínio. Não perca a oportunida e agende uma visita!!
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 1800
  • 6 quartos
  • 20 vagas
Ótimo Galpão Comercial com 2.000m2 de área construída, energia trifásica até 99 kv, IPTU mensal 1.800,00, forma de locação: fiador ou seguro fiança, bairro parque da penha, zona leste, próximo da Av. São Miguel, vaga para 20 veículos, entrada e saída de caminhões, capacidade de receber carretas. Galpão com 6 salas para escritório, 10 banheiros, cozinha, copa, vestiário, refeitório e depósitos. História do Bairro da Penha: Penha é um distrito na Zona Leste de São Paulo, conhecido pelos vários templos de diversas religiões, sobretudo católicos. A arquitetura da região chama a atenção de quem passa pelos bairros próximos à porção central do distrito: é possível ver de construções típicas do século XIX a construções modernas. A constante procura por residências na região[1] fez com que ela se tornasse cada vez mais valorizada e, junto aos bairros do Tatuapé, Jardim Anália Franco, Vila Carrão, Mooca e Vila Prudente (distrito de São Paulo), compõe um conjunto de bairros da Zona Leste com IDH elevado e uma razoável infraestrutura. História Vista do bairro Vila Esperança. A Penha é um dos distritos mais antigos do município de São Paulo. A primeira referência oficial a localidade é uma petição em que o licenciado Mateus Nunes de Siqueira obteve uma sesmaria do capitão-mor Agostinho de Figueiredo, a 5 de setembro de 1668. No ano de 1682, o o padre Jacinto Nunes, filho ou irmão do licenciado, aparece como proprietário e protetor da Nossa Senhora da Penha de França. Seu testamento diz que a dotou com bens e raizes, conforme consta em seu testamento aberto de fevereiro de 1684. Vista bairro Penha de França. A origem da localidade está ligada intrinsecamente à religiosidade, pois seu nascimento se confunde com uma lenda que faz parte da história da fundação do local. Conta-se que um francês, católico devoto, seguia viagem de São Paulo ao Rio de Janeiro carregando consigo uma imagem de Nossa Senhora. Durante a caminhada ele pernoitou no alto de uma colina ainda sem nome (penha significa penhasco, rocha, rochedo), e no dia seguinte retomou seu trajeto até dar por falta da imagem. Assustado, tratou de retornar pelo mesmo caminho e encontrou a estátua no alto da colina. No dia seguinte a estátua sumiu novamente durante o sono do viajante, que entristecido, retornou e encontrou novamente a estátua no alto da colina, o que foi interpretado pelo francês como vontade da santa, que havia escolhido o local para se estabelecer[2]. A Igreja de Nossa Senhora da Penha foi finalizada em 1667; foi em torno dela que cresceu o povoamento do distrito. Um século depois, em 26 de março de 1796, a região foi promovida a Paróquia de Nossa Senhora da Penha de França; junto com a Paróquia de Nossa Senhora do Ó, foram as duas primeiras paróquias desmembradas da Sé. Mais tarde, a paróquia tornou-se freguesia[3]. No século XVII, a região era passagem obrigatória para os viajantes que se deslocavam entre São Paulo, Vale do ...
Penha, Sao Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 28
  • 1 quarto
aptos perto do Metrô Patriarca-1 dormitorio 28 mts- com sacada perto da entrega- que será agora em janeiro de 2023. programa casa verde amarela- analise de credito, documentação, ITBI, escritura, gratis entregue com piso completo-financiamento caixa 30 anos-entrada parcelada em varias vezes, antes e pos chaves USE SEU FUNDO DE GARANTIA AREAS COMUNS>BICICLETARIO, LAVANDERIA COLETIVA, PET PLACE, PLAY GROUND,M FITNESS, SALA DE ESTUDO MOBILIDADE URBANA EXCELENTE:a 300 mts do metro, Av. Radial Leste agende uma visita
R$ 1.800 - Condomínio: R$ 190
Buscar imóveis
Condomínio

Imóveis para alugar na Penha

Representando a tradição mantida no bairro, as ruas, praças, igrejas, ladeira da Penha e o Conservatório João Paulo 2° contam sua história. Considerado um dos principais centros comerciais da zona leste de São Paulo, os imóveis para alugar na Penha têm ganhado muito prestígio por parte dos paulistanos, em vista da constante ascensão imobiliária e boa infraestrutura.

Por volta de 1667, o Padre Jacinto Nunes Siqueira foi o responsável por iniciar o processo de expansão do bairro, proprietário da igreja Nossa Senhora da Penha construída no interior de sua fazenda, ao decorrer dos anos, ocasionou a atração de um grande povoado, precedido de novas instalações nos arredores e o trabalho informal. Ainda hoje, cultivando a devoção à Nossa Senhora da Penha, religiosamente no dia 8 de setembro a população se reúne para celebrar o nascimento da Santa.

Aquele que pretende alugar apartamentos na Penha pode se despreocupar quanto a possibilidades comerciais e assistenciais, já que a região conta com os supermercados Extra, Sonda e Pão de Açúcar, lojas nacionalmente conhecidas, instituições de ensino públicas e privadas, clínicas de saúde e estética, restaurantes, bares e lanchonetes, drogarias, agências bancárias e, ainda, tem proximidade ao Hospital São Carlos, com atendimento de qualidade e assistência completa.

Delimitadas pelas avenidas Radial Leste, Conde de Frontin e Rodovia Ayrton Senna da Silva, aqueles que optarem por uma das casas para alugar na Penha não haverão dificuldades em se deslocar a outros bairros e cidades, beneficiados também pela linha 3 (vermelha) de metrô, através da Estação Penha, a interligação entre Itaquera e Barra Funda fica muito mais fácil e rápida.

O Shopping Center Penha prova a forte presença comercial no bairro, localizado na região central, é capaz de comportar um mix de, aproximadamente, 200 lojas, supermercado Sonda, praça de alimentação com arquitetura moderna e salas de cinema, é preparado ainda para sediar eventos periódicos voltados a diversos públicos, garantindo o entretenimento para todas as idades e interesses.

Outra vantagem de residir em um dos imóveis à venda na Penha é a diversidade de pontos verdes facilmente acessados nas redondezas, a exemplo disso há o Parque do Piqueri, com rica paisagem natural, oferece áreas de convivência, pista de corrida, campos de futebol, quadras poliesportivas, equipamentos designados a prática de atividades físicas, playgrounds e ainda o Ponto da Leitura (SMC), promovendo a preservação do meio ambiente, lazer e educação.