72

Lojas para alugar na Penha em São Paulo, SP

Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 38
  • 1 vaga
Sala comercial no Bairro da Penha, localizado próximo ao centro comercial do Bairro, a 6 quadras da Estação do Metro Penha. Sala mobiliada, com 2 banheiros e bem dividida em recepção e 2 Salas, 1 Vagas de garagem. Não perca essa oportunidade, agende uma visita.
R$ 2.500 - Condomínio: R$ 560
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 90
  • 2 quartos
Loja na penha em uma das ruas principais da Penha, 3 salas, 1 banheiro, cozinha, varanda e quintal. Agende agora a sua visita. REF. TA9756 * As informações e valores dos imóveis anunciados foram fornecidos pelos proprietários, e, poderão sofrer alteração sem prévio aviso. ** A Special Imóveis está localizada na Capital de São Paulo, nos bairros Tatuapé e Anália Franco. Há mais de 30 anos ajuda pessoas a encontrar o imóvel ideal, para Compra, Venda ou Locação.
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 100
  • 2 quartos
Salão comercial com 100m² com 1 banheiro e cozinha. Localizado numa travessa da Av. Amador Bueno da Veiga, próximo ao laboratório Lavosier. REF. AF27223 * As informações e valores dos imóveis anunciados foram fornecidos pelos proprietários, e, poderão sofrer alteração sem prévio aviso. ** A Special Imóveis está localizada na Capital de São Paulo, nos bairros Tatuapé e Anália Franco. Há mais de 30 anos ajuda pessoas a encontrar o imóvel ideal, para Compra, Venda ou Locação.
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 76
  • 2 vagas
Sala comercial dupla no Bairro da Penha, localizado próximo ao centro comercial do Bairro, a 6 quadras da Estação do Metro Penha. Sala mobiliada, inclusive com estrutura para Call center, com 2 banheiros e 1 cozinha e 2 Vagas de garagem. Não perca essa oportunidade, agende uma visita.
R$ 4.800 - Condomínio: R$ 1.120
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 30
  • 1 quarto
Ótima Sala de 30M2 - Cangaíba - São Paulo, muito bem localizado, próximo aos bancos, comércios e escolas da região, condução na porta para penha, estações do metrô e centro da cidade. História do Bairro Cangaíba: O desenvolvimento do bairro Cangaíba está interligado à chegada dos primeiros colonizadores no Brasil e à fundação da cidade de São Paulo de Piratininga, em 1554, por padres jesuítas que ergueram pequenos aldeamentos às margens dos rios Tamanduateí e do Anhembi (Tietê), onde viviam algumas tribos indígenas.[2] O encontro entre os colonizadores portugueses e os índios paulistas, nem sempre foram amistosos, mas o Cacique Tibiriçá da tribo Inhampuambuçu se une aos jesuítas, tornando-se cristão. Seu irmão, o Cacique Piquerobi, descontente desta aliança que ameaçava o seu povo, migrou com sua tribo para para as margens mais a leste do Anhembi, erguendo o aldeamento Ururaí.[3] Piquerobi se une a outras tribos para expulsar os portugueses das terras de São Paulo, no primeiro grande conflito entre índios e portugueses, a Guerra de Piratininga, onde é assassinado por seu irmão Tibiriçá, em 1562. As terras de Ururaí iam desde o antigo Vale do Ticoatira até São Miguel de Ururaí (São Miguel Paulista)[4], abrangendo as terras do cerro do Cangaíba, margeadas pelos rios Anhembi e Ticoatira, à época, o território pertencia à Nossa Senhora da Penha de França. Os índios estavam sob a proteção dos jesuítas que buscavam catequizá-los, mas a chegada dos bandeirantes, no planalto paulista, em busca de ouro[5], fez com que passassem a aprisionar os índios, ao mesmo tempo em que se apossavam de suas terras. A plantação nativa foi se transformando sob o comando dos portugueses, dando lugar às sesmarias, extensas porções de terras doadas pelo Rei de Portugal para a exploração, assim, surgiram os primeiros sítios e pastos da região e as primeiras cabeças de gado foram trazidas por Tomé de Souza, surgindo o maior rebanho que a América possuiria naquele tempo.[6] Em fins do século XIX, o país sofreu profundas transformações com a libertação dos escravos, a Proclamação da República e a chegada de novos imigrantes de diferentes etnias. A cidade de São Paulo, em paralelo a esses acontecimentos, prosperava com o início da industrialização, nas regiões leste do Brás e da Moóca, é neste contexto que surgirão os primeiros loteamentos urbanos das regiões periféricas da cidade, surgindo dezenas de vilas em um curto espaço de tempo, ao redor do núcleo primitivo da Penha de França, é neste contexto que se desenvolverá o bairro Cangaíba e suas dezenas de vilas, nos moldes urbanos da cidade, a partir da venda dos lotes das antigas fazendas e chácaras.[7] Fundação A teoria aponta que a data mais antiga localizada informando as antigas paragens do Cangaíba, se deu em torno da Carta de Sesmaria doada pelo Rei de Portugal, D. Fernando, ao Aldeamento Ururaí, que tinha 6.0...
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 35
  • 1 quarto
Ótima Sala de 35M2 - Cangaíba - São Paulo, muito bem localizado, próximo aos bancos, comércios e escolas da região, condução na porta para penha, estações do metrô e centro da cidade. História do Bairro Cangaíba: O desenvolvimento do bairro Cangaíba está interligado à chegada dos primeiros colonizadores no Brasil e à fundação da cidade de São Paulo de Piratininga, em 1554, por padres jesuítas que ergueram pequenos aldeamentos às margens dos rios Tamanduateí e do Anhembi (Tietê), onde viviam algumas tribos indígenas.[2] O encontro entre os colonizadores portugueses e os índios paulistas, nem sempre foram amistosos, mas o Cacique Tibiriçá da tribo Inhampuambuçu se une aos jesuítas, tornando-se cristão. Seu irmão, o Cacique Piquerobi, descontente desta aliança que ameaçava o seu povo, migrou com sua tribo para para as margens mais a leste do Anhembi, erguendo o aldeamento Ururaí.[3] Piquerobi se une a outras tribos para expulsar os portugueses das terras de São Paulo, no primeiro grande conflito entre índios e portugueses, a Guerra de Piratininga, onde é assassinado por seu irmão Tibiriçá, em 1562. As terras de Ururaí iam desde o antigo Vale do Ticoatira até São Miguel de Ururaí (São Miguel Paulista)[4], abrangendo as terras do cerro do Cangaíba, margeadas pelos rios Anhembi e Ticoatira, à época, o território pertencia à Nossa Senhora da Penha de França. Os índios estavam sob a proteção dos jesuítas que buscavam catequizá-los, mas a chegada dos bandeirantes, no planalto paulista, em busca de ouro[5], fez com que passassem a aprisionar os índios, ao mesmo tempo em que se apossavam de suas terras. A plantação nativa foi se transformando sob o comando dos portugueses, dando lugar às sesmarias, extensas porções de terras doadas pelo Rei de Portugal para a exploração, assim, surgiram os primeiros sítios e pastos da região e as primeiras cabeças de gado foram trazidas por Tomé de Souza, surgindo o maior rebanho que a América possuiria naquele tempo.[6] Em fins do século XIX, o país sofreu profundas transformações com a libertação dos escravos, a Proclamação da República e a chegada de novos imigrantes de diferentes etnias. A cidade de São Paulo, em paralelo a esses acontecimentos, prosperava com o início da industrialização, nas regiões leste do Brás e da Moóca, é neste contexto que surgirão os primeiros loteamentos urbanos das regiões periféricas da cidade, surgindo dezenas de vilas em um curto espaço de tempo, ao redor do núcleo primitivo da Penha de França, é neste contexto que se desenvolverá o bairro Cangaíba e suas dezenas de vilas, nos moldes urbanos da cidade, a partir da venda dos lotes das antigas fazendas e chácaras.[7] Fundação A teoria aponta que a data mais antiga localizada informando as antigas paragens do Cangaíba, se deu em torno da Carta de Sesmaria doada pelo Rei de Portugal, D. Fernando, ao Aldeamento Ururaí, que tinha 6.0...
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 31
  • 0 vaga
Ótimo Preço e excelente localização no Bairro da Penha 1 sala com 31m2 1 Banheiro
R$ 800 - Condomínio: R$ 262
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 25
  • 1 quarto
Ótima Sala de 25M2 - Cangaíba - São Paulo, muito bem localizado, próximo aos bancos, comércios e escolas da região, condução na porta para penha, estações do metrô e centro da cidade. História do Bairro Cangaíba: O desenvolvimento do bairro Cangaíba está interligado à chegada dos primeiros colonizadores no Brasil e à fundação da cidade de São Paulo de Piratininga, em 1554, por padres jesuítas que ergueram pequenos aldeamentos às margens dos rios Tamanduateí e do Anhembi (Tietê), onde viviam algumas tribos indígenas.[2] O encontro entre os colonizadores portugueses e os índios paulistas, nem sempre foram amistosos, mas o Cacique Tibiriçá da tribo Inhampuambuçu se une aos jesuítas, tornando-se cristão. Seu irmão, o Cacique Piquerobi, descontente desta aliança que ameaçava o seu povo, migrou com sua tribo para para as margens mais a leste do Anhembi, erguendo o aldeamento Ururaí.[3] Piquerobi se une a outras tribos para expulsar os portugueses das terras de São Paulo, no primeiro grande conflito entre índios e portugueses, a Guerra de Piratininga, onde é assassinado por seu irmão Tibiriçá, em 1562. As terras de Ururaí iam desde o antigo Vale do Ticoatira até São Miguel de Ururaí (São Miguel Paulista)[4], abrangendo as terras do cerro do Cangaíba, margeadas pelos rios Anhembi e Ticoatira, à época, o território pertencia à Nossa Senhora da Penha de França. Os índios estavam sob a proteção dos jesuítas que buscavam catequizá-los, mas a chegada dos bandeirantes, no planalto paulista, em busca de ouro[5], fez com que passassem a aprisionar os índios, ao mesmo tempo em que se apossavam de suas terras. A plantação nativa foi se transformando sob o comando dos portugueses, dando lugar às sesmarias, extensas porções de terras doadas pelo Rei de Portugal para a exploração, assim, surgiram os primeiros sítios e pastos da região e as primeiras cabeças de gado foram trazidas por Tomé de Souza, surgindo o maior rebanho que a América possuiria naquele tempo.[6] Em fins do século XIX, o país sofreu profundas transformações com a libertação dos escravos, a Proclamação da República e a chegada de novos imigrantes de diferentes etnias. A cidade de São Paulo, em paralelo a esses acontecimentos, prosperava com o início da industrialização, nas regiões leste do Brás e da Moóca, é neste contexto que surgirão os primeiros loteamentos urbanos das regiões periféricas da cidade, surgindo dezenas de vilas em um curto espaço de tempo, ao redor do núcleo primitivo da Penha de França, é neste contexto que se desenvolverá o bairro Cangaíba e suas dezenas de vilas, nos moldes urbanos da cidade, a partir da venda dos lotes das antigas fazendas e chácaras.[7] Fundação A teoria aponta que a data mais antiga localizada informando as antigas paragens do Cangaíba, se deu em torno da Carta de Sesmaria doada pelo Rei de Portugal, D. Fernando, ao Aldeamento Ururaí, que tinha 6.0...
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 250
Salão comercial de 250m² com localização privilegiada. Ideal para: madereira, ferragens, deposito de materias e ferramentas, fábrica de tecidos, Graficas e comunicação visual. Agende sua visita: (11) 2958-3700 ou pelo site: www.pedrodelima.com.br Todas as informações e valores exibidos neste portal são fornecidos pelos proprietários dos imóveis podendo sofrer alterações sem aviso prévio. Consulte nossos consultores.
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 52
  • 1 quarto
Belíssima sala comercial de 52m² . Sobreloja de um Prédio Comercial, aliás o andar é inteiro Comercial. Possui 01 sala e 01 Banheiro. Ideal para montar escritório de advocacia, sala de estética, atendimento psicológico, etc . Ótima Localização Próximo ao comercio da Penha, ao Shopping Penha.
R$ 1.000 - Condomínio: R$ 37.559
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 100
Salão Comercial próximo ao centro comercial da avenida Cangaíba, fácila acesso a marginal do Tietê, Rodovia Ayrton Senna, Via Dutra.Ideal para mercadinho ou hortifrúti, devido ao ponto ter, por vários anos, este tipo de comércio. Agende sua visita: (11) 2958-3700 ou pelo site: www.pedrodelima.com.br Todas as informações e valores exibidos neste portal são fornecidos pelos proprietários dos imóveis podendo sofrer alterações sem aviso prévio. Consulte nossos consultores. A 65 anos a Pedro de Lima atua no mercado imobiliário da Zona Leste e agora em Riviera de São Lourenço nas áreas de Venda, Locação e Administração de imóveis com ética e compromisso para realizar com satisfação o sonho de tantas famílias. Contamos com departamento jurídico e de financiamento imobiliário para prestar toda assessoria e segurança nas transações. Conte Conosco!! Agência Penha Agência Tatuapé Agência Riviera (11) 2958-3700 (11) 2674-2222 (13) 3316-6144 www.pedrodelima.com.br | www.pedrodelima.com.br/riviera
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 138
  • 1 quarto
Ótima sala para locação, 138m2, pode trabalhar fechado ou com atendimento em balção, todo reformado, em excelentes condições, pronto para montar seu negócio, próximo do Bairro da Penha e do Parque Linear do Tiquatira, História do Bairro da Penha: Penha é um distrito na Zona Leste de São Paulo, conhecido pelos vários templos de diversas religiões, sobretudo católicos. A arquitetura da região chama a atenção de quem passa pelos bairros próximos à porção central do distrito: é possível ver de construções típicas do século XIX a construções modernas. A constante procura por residências na região[1] fez com que ela se tornasse cada vez mais valorizada e, junto aos bairros do Tatuapé, Jardim Anália Franco, Vila Carrão, Mooca e Vila Prudente (distrito de São Paulo), compõe um conjunto de bairros da Zona Leste com IDH elevado e uma razoável infraestrutura. A Penha é um dos distritos mais antigos do município de São Paulo. A primeira referência oficial a localidade é uma petição em que o licenciado Mateus Nunes de Siqueira obteve uma sesmaria do capitão-mor Agostinho de Figueiredo, a 5 de setembro de 1668. No ano de 1682, o o padre Jacinto Nunes, filho ou irmão do licenciado, aparece como proprietário e protetor da Nossa Senhora da Penha de França. Seu testamento diz que a dotou com bens e raizes, conforme consta em seu testamento aberto de fevereiro de 1684. Vista bairro Penha de França. A origem da localidade está ligada intrinsecamente à religiosidade, pois seu nascimento se confunde com uma lenda que faz parte da história da fundação do local. Conta-se que um francês, católico devoto, seguia viagem de São Paulo ao Rio de Janeiro carregando consigo uma imagem de Nossa Senhora. Durante a caminhada ele pernoitou no alto de uma colina ainda sem nome (penha significa penhasco, rocha, rochedo), e no dia seguinte retomou seu trajeto até dar por falta da imagem. Assustado, tratou de retornar pelo mesmo caminho e encontrou a estátua no alto da colina. No dia seguinte a estátua sumiu novamente durante o sono do viajante, que entristecido, retornou e encontrou novamente a estátua no alto da colina, o que foi interpretado pelo francês como vontade da santa, que havia escolhido o local para se estabelecer[2]. A Igreja de Nossa Senhora da Penha foi finalizada em 1667; foi em torno dela que cresceu o povoamento do distrito. Um século depois, em 26 de março de 1796, a região foi promovida a Paróquia de Nossa Senhora da Penha de França; junto com a Paróquia de Nossa Senhora do Ó, foram as duas primeiras paróquias desmembradas da Sé. Mais tarde, a paróquia tornou-se freguesia[3]. No século XVII, a região era passagem obrigatória para os viajantes que se deslocavam entre São Paulo, Vale do Paraíba e Rio de Janeiro. Em 9 de julho de 1924 o distrito da Penha foi sede do governo estadual paulista quando Carlos de Campos, presidente do estado, foi forçado a abandonar o Palácio dos Campos Elísios após ser atacado...
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 138
  • 1 quarto
  • 0 vaga
Ótima sala comercial com escritório montado, mobiliada com mesas de escritório, reunião e cadeiras. Possui interfone, porta elétrica, câmaras de segurança, área de serviço, copa, sala com lavabo, 3 salas, recepção e lavabo, bem localizada, próximo ao parque linear do tiquatira e Bairro da Penha. História do Bairro da Penha: Penha é um distrito na Zona Leste de São Paulo, conhecido pelos vários templos de diversas religiões, sobretudo católicos. A arquitetura da região chama a atenção de quem passa pelos bairros próximos à porção central do distrito: é possível ver de construções típicas do século XIX a construções modernas. A constante procura por residências na região[1] fez com que ela se tornasse cada vez mais valorizada e, junto aos bairros do Tatuapé, Jardim Anália Franco, Vila Carrão, Mooca e Vila Prudente (distrito de São Paulo), compõe um conjunto de bairros da Zona Leste com IDH elevado e uma razoável infraestrutura. A Penha é um dos distritos mais antigos do município de São Paulo. A primeira referência oficial a localidade é uma petição em que o licenciado Mateus Nunes de Siqueira obteve uma sesmaria do capitão-mor Agostinho de Figueiredo, a 5 de setembro de 1668. No ano de 1682, o o padre Jacinto Nunes, filho ou irmão do licenciado, aparece como proprietário e protetor da Nossa Senhora da Penha de França. Seu testamento diz que a dotou com bens e raizes, conforme consta em seu testamento aberto de fevereiro de 1684. Vista bairro Penha de França. A origem da localidade está ligada intrinsecamente à religiosidade, pois seu nascimento se confunde com uma lenda que faz parte da história da fundação do local. Conta-se que um francês, católico devoto, seguia viagem de São Paulo ao Rio de Janeiro carregando consigo uma imagem de Nossa Senhora. Durante a caminhada ele pernoitou no alto de uma colina ainda sem nome (penha significa penhasco, rocha, rochedo), e no dia seguinte retomou seu trajeto até dar por falta da imagem. Assustado, tratou de retornar pelo mesmo caminho e encontrou a estátua no alto da colina. No dia seguinte a estátua sumiu novamente durante o sono do viajante, que entristecido, retornou e encontrou novamente a estátua no alto da colina, o que foi interpretado pelo francês como vontade da santa, que havia escolhido o local para se estabelecer[2]. A Igreja de Nossa Senhora da Penha foi finalizada em 1667; foi em torno dela que cresceu o povoamento do distrito. Um século depois, em 26 de março de 1796, a região foi promovida a Paróquia de Nossa Senhora da Penha de França; junto com a Paróquia de Nossa Senhora do Ó, foram as duas primeiras paróquias desmembradas da Sé. Mais tarde, a paróquia tornou-se freguesia[3]. No século XVII, a região era passagem obrigatória para os viajantes que se deslocavam entre São Paulo, Vale do Paraíba e Rio de Janeiro. Em 9 de julho de 1924 o distrito da Penha foi sede do governo estadual paulista quando Carlos de Campos, presidente d...
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 170
  • 1 quarto
Imóvel para locação na Penha , bem proxima a entrada principal do Shopping Penha, na Rua Doutor Joao Ribeiro, Tamanho perfeito pra sua loja prosperar. Além dos 170m² de loja, possui um galpão grande para estoque.
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 80
Salão Comercial com 80 m² 1 wc na Penha . Excelente imóvel comercial no Centro da Penha próximos dos principais comerciais da região. Agende sua visita (11) 2958-3700 ou pelo site: www.pedrodelima.com.br Todas as informações e valores exibidos neste portal são fornecidos pelos proprietários dos imóveis podendo sofrer alterações sem aviso prévio. Consulte nossos consultores
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 240
  • 1 quarto
  • 0 vaga
Ótimo salão com escritório e lavabo com 240M2, muito bem localizado, bairro da Penha - SP/SP. História do Bairro da Penha: Penha é um distrito na Zona Leste de São Paulo, conhecido pelos vários templos de diversas religiões, sobretudo católicos. A arquitetura da região chama a atenção de quem passa pelos bairros próximos à porção central do distrito: é possível ver de construções típicas do século XIX a construções modernas. A constante procura por residências na região[1] fez com que ela se tornasse cada vez mais valorizada e, junto aos bairros do Tatuapé, Jardim Anália Franco, Vila Carrão, Mooca e Vila Prudente (distrito de São Paulo), compõe um conjunto de bairros da Zona Leste com IDH elevado e uma razoável infraestrutura. A Penha é um dos distritos mais antigos do município de São Paulo. A primeira referência oficial a localidade é uma petição em que o licenciado Mateus Nunes de Siqueira obteve uma sesmaria do capitão-mor Agostinho de Figueiredo, a 5 de setembro de 1668. No ano de 1682, o o padre Jacinto Nunes, filho ou irmão do licenciado, aparece como proprietário e protetor da Nossa Senhora da Penha de França. Seu testamento diz que a dotou com bens e raizes, conforme consta em seu testamento aberto de fevereiro de 1684. A origem da localidade está ligada intrinsecamente à religiosidade, pois seu nascimento se confunde com uma lenda que faz parte da história da fundação do local. Conta-se que um francês, católico devoto, seguia viagem de São Paulo ao Rio de Janeiro carregando consigo uma imagem de Nossa Senhora. Durante a caminhada ele pernoitou no alto de uma colina ainda sem nome (penha significa penhasco, rocha, rochedo), e no dia seguinte retomou seu trajeto até dar por falta da imagem. Assustado, tratou de retornar pelo mesmo caminho e encontrou a estátua no alto da colina. No dia seguinte a estátua sumiu novamente durante o sono do viajante, que entristecido, retornou e encontrou novamente a estátua no alto da colina, o que foi interpretado pelo francês como vontade da santa, que havia escolhido o local para se estabelecer[2]. A Igreja de Nossa Senhora da Penha foi finalizada em 1667; foi em torno dela que cresceu o povoamento do distrito. Um século depois, em 26 de março de 1796, a região foi promovida a Paróquia de Nossa Senhora da Penha de França; junto com a Paróquia de Nossa Senhora do Ó, foram as duas primeiras paróquias desmembradas da Sé. Mais tarde, a paróquia tornou-se freguesia[3]. No século XVII, a região era passagem obrigatória para os viajantes que se deslocavam entre São Paulo, Vale do Paraíba e Rio de Janeiro. Em 9 de julho de 1924 o distrito da Penha foi sede do governo estadual paulista quando Carlos de Campos, presidente do estado, foi forçado a abandonar o Palácio dos Campos Elísios após ser atacado pelas forças revolucionárias durante a Revolução de 1924. Campos ficou instalado em um vagão de trem adaptado, na estação Guaiaúna, até 28 de julho de 1924...
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 560
  • 1 quarto
  • 0 vaga
Salão comercial perfeito para c¹linicas médicas, clínicas odontológica , lugar muito estratégico, ótima localização, rua com muito fluxo de pedestres e carros, lado de 4 colégios particulares como o conceituado O Colégio Penha de França, instituição de ensino que serve o mercado da maior cidade brasileira com educação de qualidade desde 1993, dispõe de ampla e moderna infraestrutura para receber alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio, promovendo aos estudantes metodologias respeitadas e exigentes: trabalhamos com o material do Sistema Anglo, um dos módulos de apostilas mais conceituados do País. Nosso curso de línguas estrangeiras é assinado pela Oxford University Press, a maior casa editorial universitária do mundo e departamento da tradicionalíssima Universidade de Oxford, a mais antiga entidade de ensino superior do território anglófono. E somos parceiros da renomada editora Opee, que dispõe de uma destacada coletânea de obras. Concebendo o aluno como elemento primordial do extenso e plural processo de edificação educacional, o Colégio Penha de França preza por valorizar os limites e os diferenciais intrínsecos de cada um, encaminhando a mentalidade para a superação de metas e sonhos. Fomentando, assim, a incansável procura pelo conhecimento, mediante a exposição de valorosos desafios cotidianos. O compromisso do corpo docente e dos funcionários do Colégio Penha de França é de aperfeiçoar, diariamente, a afeição e a atenção para com os alunos, honrando a confiança demonstrada por pais e familiares no dia da escolha pela instituição. Com ênfase na formação de cidadãos conscientes, compromissados, respeitadores e talentosos, o Colégio Penha de França trabalha para aumentar o já consagrado nível de excelência que o classifica como uma das instituições de ensino mais tradicionais de São Paulo! O Colégio São Vicente de Paulo-Penha, fundado em 25 de abril de 1918, é o mais antigo da Rede Educacional Vicentina e é tombado como patrimônio histórico e cultural. Apesar de centenário, o Colégio apresenta estrutura moderna, garantindo aos alunos salas de aula confortáveis e laboratórios de ponta. Bibliotecas e laboratórios exclusivos por segmento - Salas temáticas para atividades específicas - Cozinha experimental aos alunos da Educação Infantil - Auditório com capacidade para 170 pessoas - Salas de dança, judô e capoeira - Conjunto poliesportivo composto por quadras, piscina aquecida, miniquadra exclusiva para a Educação Infantil e campo de futebol society com grama natural - Extenso pátio com lago, grutas e fonte - Playground - Fácil acesso e amplas opções de estacionamento - Equipe de segurança especializada e vigilância por câmeras. Há 100 m do centro da Penha , próximos de bancos ,correio, posto de saúde, lotéricas, mercados, próximo das vias públicas radial leste e marginal tietê .O perfil para inúmeros segmentos comerciais como,papelaria,farmácia,mercado,academia,lanchonete,igreja,etc...
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 360
Salão comercial na Penha, 380,00 m2 - pé direito 05m, 5 minutos do Metrô Penha, novo, Atende todos os segmentos comerciais, bom fluxo de veículos e pedestres.
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 428
Salão comercial na Vila Ré e subsolo medindo 250m² com 3 banheiros. Bem localizado em Avenida de grande movimento a 900 metros da Estação do Metrô Patriarca. REF. AF26899 * As informações e valores dos imóveis anunciados foram fornecidos pelos proprietários, e, poderão sofrer alteração sem prévio aviso. ** A Special Imóveis está localizada na Capital de São Paulo, nos bairros Tatuapé e Anália Franco. Há mais de 30 anos ajuda pessoas a encontrar o imóvel ideal, para Compra, Venda ou Locação.
Penha, São Paulo - SP

Penha, São Paulo - SP

  • 494
Salão comercial na Penha com três pavimentos, muito bem localizado próximo ao Shopping Penha. Não perca essa, agende agora a sua visita com a Special Imóveis. REF. AF26789 * As informações e valores dos imóveis anunciados foram fornecidos pelos proprietários, e, poderão sofrer alteração sem prévio aviso. ** A Special Imóveis está localizada na Capital de São Paulo, nos bairros Tatuapé e Anália Franco. Há mais de 30 anos ajuda pessoas a encontrar o imóvel ideal, para Compra, Venda ou Locação.
Buscar imóveis
Condomínio