6

Terrenos para alugar na Barra Funda em São Paulo, SP

Barra Funda, São Paulo - SP

Barra Funda, São Paulo - SP

ótimo terreno de esquina( sem passivo ambiental) documentação legalizada. bom para loja ou posto de combustível, local de grande movimento perto de grandes empresas. estação do Metrô marechal e acesso para avenidas de grande movimento,
Barra Funda, São Paulo - SP

Barra Funda, São Paulo - SP

Excelente terreno comercial de esquina, em localização privilegiada com grande circulação na Barra Funda sendo 623m² de área construída e 959m² de área de terreno. Próximo a transporte público, comércios e escolas. Ladeado a empresas e fácil acesso para avenidas de acesso, funcionou como posto de gasolina, farmácias e lojas. Sem passivo ambiental com documentação regularizada. Agende agora mesmo a sua visita!
Barra Funda, São Paulo - SP

Barra Funda, São Paulo - SP

Área para posto de gasolina e com vocação para Farmácias, Mercados e Lojas em geral, sem passivo ambiental, documentação ok, em área central, muito movimentada, excelente negócio. Sem contrato de bandeira ativo. Venha conhecer.1608
Barra Funda, São Paulo - SP

Barra Funda, São Paulo - SP

Terreno SANTA CECÍLIA com: 959.00 metros, acesso asfaltado. Valor IPTU: R$5.915,00. CRECI 7.702-J
Barra Funda, São Paulo - SP

Barra Funda, São Paulo - SP

Terreno de 959 m² de área total e 623 m² área privativa.
Barra Funda, São Paulo - SP

Barra Funda, São Paulo - SP

TERRENO COM VOCAÇÃO PARA POSTO DE GASOLINA, FARMÁCIAS E LOJAS SEM PASSIVO AMBIENTAL COM DOCUMENTAÇÃO REGULARIZADAÁREA CONSTRUÍDA: 623 m²ÁREA TOTAL: 959 m²Valor de Venda: R$ 8.000.000,00Valor de Locação: R$ 22.000,00Valor de IPTU: R$ 5.002,63 mensais Barra Funda é um distrito situado na região oeste do município de São Paulo, com 5,6 km² de superfície.[1] Apesar da pequena superfície, o distrito possui em seu território o Terminal Barra Funda, a quadra da Camisa Verde e Branco o Memorial da América Latina, o Estádio Allianz Parque, pertencente ao clube de futebol Palmeiras, os Centros de Treinamento (CT) do mesmo Palmeiras e do São Paulo F.C., prédios empresariais como os da PricewaterhouseCoopers e os estúdios da RecordTV. Situado em uma área de várzea ao sul do rio Tietê, cortada desde o século XIX por duas ferrovias (Santos-Jundiaí e Sorocabana), foi durante muitos anos uma região de vocação industrial. Atualmente se tornou uma zona de classe média e pequenos escritórios. Em seu limite se encontram o Parque Fernando Costa (Parque da Água Branca) e o terminal rodoviário da Barra Funda, que funciona junto com a estação terminal da Linha 3 (vermelha) do Metrô de São Paulo. Foi retratada na obra de Alcântara Machado "Brás, Bexiga e Barra Funda", que aborda o cotidiano das classes proletárias da cidade de São Paulo na primeira metade do século XX. Por volta de 1850, a região que corresponde atualmente à Barra Funda fazia parte da antiga Fazenda Iguape, propriedade de Antônio da Silva Prado, o Barão de Iguape. Essa fazenda após loteada deu origem a várias chácaras, entre elas a Chácara do Carvalho, pertencente ao Conselheiro Antônio Prado, neto do Barão de Iguape, e que mais tarde se tornaria prefeito do município de São Paulo. A importância da família e a grandiosidade dessas terras pode ser expressa pelo fato do Conselheiro Prado ter contratado Luigi Puci, responsável pelo projeto do Museu do Ipiranga, para projetar a casa sede da chácara. Anos depois, a chácara também foi loteada e sua Casa Sede foi adquirida pelo Instituto de Educação Bonni Consilii (que ainda situa-se no local). As outras áreas loteadas deram origem ao distrito da Barra Funda e a parte dos atuais distritos da Casa Verde e Freguesia do Ó. Logo após o loteamento da área, os primeiros a povoarem a região foram os italianos. Trabalhavam em serrarias e oficinas mecânicas, principalmente para atenderem a população do elitizado bairro vizinho dos Campos Elísios. Muitos também trabalharam na ferrovia que seria inaugurada no final deste século. O desenvolvimento maior da região ocorreu após a inauguração da Estação Barra Funda da Estrada de Ferro Sorocabana, em 1875, funcionando como escoamento da produção de café paulista e também como armazém dos produtos que eram transportados do porto de Santos para o interior. Isso incentivou o aumento populacional e a ocupação da região e de seus arredores, que se intensificou com a criação, em 1892, da São ...
Buscar imóveis
Condomínio